Obama promete “destruir” o Estado Islâmico em discurso na TV

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, prometeu “destruir” o grupo Estado Islâmico , este domingo (6), em um raro discurso à nação a partir da Casa Branca. “A ameaça do terrorismo é real, mas vamos superá-la”, disse Barack Obama, num discurso transmitido pela televisão, apenas o terceiro que profere a partir da Sala Oval. “Vamos destruir o Estado Islâmico e qualquer organização que tente fazer-nos mal”.

Fonte: Obama promete “destruir” o Estado Islâmico em discurso na TV | Agência Brasil

Anúncios

Confiança na molecada – DM.com.br

O Vila Nova segue montando seu elenco para o início da temporada de 2016. Com seis jogadores confirmados pelo presidente colorado Guto Veronez e outros mais que virão, estes reforços se juntarão a jogadores como Patrick, Frontini, Vanilson, Robston e Matheus Anderson e também cerca de nove garotos da base, campeã da Copa Goias Sub-20.

Estarão presentes no dia 4 de Janeiro de 2016, data da reapresentação do grupo de jogadores, atletas que já treinaram entre os profissionais e já atuaram no time principal do Vila, como o Goleiro Gabriel, os meias Marcinho, Dudu e Hugo, que se recuperou de uma lesão, além de Bruno Henrique e Lucas Freire, dois ex-jogadores do Goiânia.

Além deles, o lateral esquerdo Caio, o zagueiro Brunão e os atacantes Marcos Paulo e Marcus Vinícius, fazem parte da relação dos meninos que estarão presentes nos trabalhos em 2016.

Um dos jogadores que já vestiu a camisa dos profissionais é o meia Dudu. Rebaixado para o time sub-20, o jogador que foi campeão da Divisão de Acesso no primeiro semestre, viu como necessária essa volta à base, para estar mais alerta ao futebol.

“Procuro me dedicar a cada dia mais, quero só crescer. Sinto que amadureci, pois as coisas que aconteceram comigo fizeram com que eu crescesse, talvez elas fossem necessárias para minha vida, fazendo com que me alertasse que eu ainda estou começando no futebol e tenho muito a viver ainda neste mundo”, disse Dudu.

O jogador destacou o trabalho feito por Rogério Mancini em seu crescimento na base. Para Dudu, o treinador do sub-20 colorado, vem sendo uma pessoa companheira e que auxilia o jogador sempre na base da conversa.

“Ele me ajudou muito, é um cara que sempre conversa comigo, me chama num canto pra falar o que eu preciso melhorar, o que eu preciso fazer para estar crescendo no dia-a-dia e alcançar voos maiores” falou.

Auxiliar permanente do clube, Rogério Mancini assumiu a base colorada após a saída de Ariel Mamede. A frente do “tigrinho”, Mancini teve uma campanha irrepreensível na Copa Goiás Sub-20, com 26 vitórias e apenas um empate, contra o vice-campeão Trindade, no primeiro jogo da final da Copa Goiás.

“O Vila pode contar com todos eles. Agora, sabemos que tem essas indefinições contratuais, de quem fica ou não, mas acredito que os 11 jogadores campeões que saíram jogando, mais um ou outro, tem totais condições de jogar o Goianão” salientou Mancini.

Renovação
Depois do capitão Robston, foi a vez do goleiro Édson anunciar a renovação de contrato com o Vila. O jogador, que chegou sob muita desconfiança do torcedor colorado, conquistou o apoio através de bons jogos e defesas, ajudando o Tigre na caminhada pela Divisão de Acesso e também no Campeonato Brasileiro da Série C. Édson renovou até o final de 2016.

O próximo que deve acertar a renovação é o zagueiro Vinicius Simon. A diretoria segue negociando ainda com o técnico Márcio Fernandes, para ser o comandante da equipe também em 2016. Jogadores como Vinicius Simon, Gustavo Bastos, Marinho Donizete, Zotti, Moisés e Ramires ainda negociam sua renovação com o Tigre.

Fonte: Confiança na molecada – DM.com.br

‘É uma palhaçada’, diz Bandeira de Mello sobre abertura de impeachment

Para jurista, processo aberto contra a presidente Dilma é totalmente ilegal.
O JB conversou com o jurista Celso Antônio Bandeira de Mello na noite desta quarta feira (2), logo após o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), anunciar que abrirá o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. Para Bandeira de Mello, “não há base jurídica alguma para a abertura do processo”, se tratando de uma ação tomada unicamente com “objetivos políticos”.

“É uma palhaçada [a abertura do impeachment]. Pelo que tudo indica, e o que a gente vê na imprensa, a razão foi exclusivamente política, sem nenhum embasamento na lei”, afirma o jurista, que concorda que a decisão de Cunha foi consequência do fato de os deputados petistas terem garantido votos a favor da admissibilidade do perecer que pede a abertura do processo de cassação do presidente da Câmara, a ser votada no Conselho de Ética.

Dilma x Cunha.fw

Fonte: Jornal do Brasil – País – ‘É uma palhaçada’, diz Bandeira de Mello sobre abertura de impeachment